quarta-feira, 4 de julho de 2012


“Eu sei que gente briga, discute, briga de novo, de novo, e de novo, e depois a gente sente falta, volta, se olha, se beija, se curte, se ama, se encaixa e se faz feliz. E não há escape. É você que eu amo, é pra você que eu volto e é de você que eu sou. Pra sempre.”

Giulia Mainardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >