quarta-feira, 18 de julho de 2012


“Já me acostumei com a tua voz, com teu rosto e teu olhar. Me partiram em dois, e procuro agora o que é minha metade. Quando não estás aqui, sinto falta de mim mesmo. E sinto falta do meu corpo junto ao teu. Meu coração é tão tosco e tão pobre, não sabe ainda os caminhos do mundo. Quando não estás aqui, tenho medo de mim mesmo, e sinto falta do teu corpo junto ao meu. Vem depressa pra mim, que eu não sei esperar, já fizemos promessas demais. E já me acostumei com a tua voz, quando estou contigo estou em paz. Quando não estás aqui, meu espírito se perde, voa longe.”

Legião Urbana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >