segunda-feira, 27 de agosto de 2012


“As vezes me dá uma vontade de chorar do nada, uma vontade louca de sair correndo sem rumo, sem me preocupar com as consequências, sem precisar olhar pra traz e perceber que ninguem se importa, mas fazer o que ne?!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >