terça-feira, 21 de agosto de 2012


“E você depois perguntou:
— Não tem nada meu aí? E eu quis gritar:
— Tem, tem eu.”

Tati Bernardi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >