quarta-feira, 12 de setembro de 2012


“Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar”

Pra você guardei o amor que nunca soube dar — Nando Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >