domingo, 23 de setembro de 2012

“Eu, naquele momento, não queria mais que as coisas dessem certo. Eu só queria que acontecessem, podia ser de um jeito torto e completamente errado, mas mesmo assim, acontecessem. Porque esse silêncio, essa quietude, tudo isso consegue ser mais doloroso que uma decepção. E eu juro que aguentaria todas as decepções do mundo, juro mesmo, mas o seu silêncio, ah… esse eu não aguento.” (Cibela Sena)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >