terça-feira, 23 de outubro de 2012

“Faço dos teus braços um lugar mais seguro, procurei paz em outro abraço não achei eu juro. Saio do compasso, passo apuros que vier, abro a janela pra que você possa ver…” (Pollo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >