segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

“Felicidade, se eu não estiver muito enganada, é ter noção da precariedade da vida, é estar consciente de que nada é fácil, é tirar algum proveito do sofrimento, é não se exigir de forma desumana e, apesar disso tudo, conseguir ter um prazer quase indecente em estar vivo.”(Martha Medeiros)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >