domingo, 27 de janeiro de 2013

Sempre amei poucas pessoas. Não por elas, por mim. Pela minha dificuldade em devolver afeto, ou de desenvolve-lo. Mas, te amar foi tão fácil. É como se eu já te amasse antes de te conhecer. Tem gente que a gente não conhece, só reconhece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >