quarta-feira, 12 de junho de 2013

Feliz dia do amor tranquilo.




O melhor amor do mundo é o amor tranquilo. Aquele que não assusta, não te faz acordar no meio da madrugada, não deixa o coração na boca e nas mãos. O melhor amor do mundo é amar em paz.
Que me desculpem aqueles que gostam de emoção. Depois de uns anos e um pouquinho de experiência, a gente deixa o ciumes e a insegurança lá na paixão. A paixão é imatura e sabe lidar com as confusões do coração. O amor tranquilo é maduro e não aceita lidar com meninice.
Esqueçam os joguinhos. Falar e berrar nossos sentimentos fazem parte sim do melhor amor do mundo. Mas com a deliciosa diferença de se faz tudo isso junto. A gente também explode. Só que na mesma intensidade.
Amar em sintonia. Sem sufoco. O melhor amor do mundo aparece nas pequenas coisas. O amor tranquilo faz ler pensamentos. E o que ele tem de mais sincero é o andar de mãos dadas.
Eu faço um brinde a emoção que o melhor amor do mundo nos faz sentir. A de que haverá sempre a manha seguinte, o próximo beijo, os futuros planos. Tim-tim para a segurança de um coração tranquilo.
Feliz dia pra quem ama em paz.

(Marcella Brafman) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >