segunda-feira, 29 de julho de 2013


Mas é isso o que nos torna humanos: são estas incertezas, estes erros, estas desconfianças. É este errar sempre. Porque no amor não tem isso de certeza, de calmaria sempre, de segurança o tempo todo. Erramos e devemos aprender com os erros e até mesmo com os não-erros. A vida este espaço breve dentro do que podemos ser ou não. (e para nossa infelicidade, nos escolhemos ser entrega)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >