segunda-feira, 16 de julho de 2012


“Você acha que sabe o que é amor.. Até chegar alguém que te confunde, que muda se humor em segundos, que faz parecer um furacão o que antes eram só pensamentos ao vento.. Você acha que sabia o que era amor, até que você começa a imaginar coisas antes de dormir, filmes de romance? Sim, antes de dormir passamos a ser o tal casal que se conheceu inesperadamente e que no fim, viveram felizes para sempre. Até chegar alguém que te ensine como é bom ter um amor de verdade, querer ver o sorriso porque deu saudade, sentir o perfume porque lembrou como é o abraço aconchegante que te deixa sem ar, querer ver o olhar porque nele você perde o ar, querer estar junto porque nele você recupera o ar, querer tocar, querer poder olhar de verdade, sem ser só em pensamentos.. Te faz chorar de saudade de momentos que passaram em menos de cinco minutos, te faz ter saudade desse amor que teve que sair à cinco minutos, e que vai voltar em uma hora. Mas é aí que você percebe que amor de verdade não como esses amores que mudam a cada inverno, que trocam de nome a cada primavera, que se vai junto com as andorinhas, e no próximo verão é irreconhecível, que no outono já não se encontra nem no mais estranho sonho.. Amor de verdade não tem idade, tem sentimento, tem amizade, tem lealdade, fidelidade.. Tem aquelas brigas bobas sabe? Que em cinco minutos já não são mais brigas, e sim são sorrisos.. Você acha que sabe o que é amor, até que encontra o tal do amor recíproco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >