terça-feira, 4 de setembro de 2012


“Nada é melhor do que esquecer. Esquecer a televisão ligada e acordar no meio da madrugada vendo um programa adulto, esquecer de fazer a lição e pegar do amigo no outro dia, esquecer o dinheiro e alguém pagar pra você, esquecer de ser educado e depois rir, esquecer de não ter paciência e pedir desculpas. É bom também esquecer os colegas. Esquecer de ligar, procurar pra ver se algum vai atrás, esquecer de convidar pra ir na festa pra ver se algum te chama. Esquecer geral. Esquecer os problemas, esquecer de levar a toalha pro banheiro, esquecer de passar perfume, esquecer de ir visitar a avó, esquecer de acordar cedo pra ir a escola. Esquecer de ser legal com os irmãos, esquecer de escutar uma música daora, esquecer de não xingar a professora, esquecer de ser clichê, esquecer de arrumar o quarto, esquecer de obedecer os pais, esquecer que não pode beijar na boca antes dos 5 anos de idade, esquecer de chegar mais de meia noite, esquecer de não ter ciúmes. Também esqueça de não esquecer. Não esquecer que a vida não volta pro dia anterior, esquecer que muita coisa é só merda, esquecer que a vida é idiota. Também não esqueça de sorrir como se não houvesse amanhã, não esqueça de apertar a campainha do vizinho, não esqueça do preservativo, não esqueça de comprar uma roupa nova, não esqueça de ser divertido.”
— E principalmente: Não esqueça de que um amor idiota é só mais um tempo perdido

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >