quarta-feira, 10 de outubro de 2012

“Ela é sua, cara. É sua, por você ser você. Ela é sua, por mais que as vezes você não queira ou tenha medo da responsabilidade de que é de tê-la. Ela é sua, e ela aprendeu a te amar, e saber sobre o seu amor. Ela é sua.” (Prévia do Nosso Primeiro (quase) Amor, Gustavo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >