sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Quem sabe um dia eu te encontro por aí, em uma rua qualquer. Você me olhe de longe e saiba que me conhece de algum lugar, mas não se lembra de onde. Eu te olhe fixamente sabendo exatamente quem é você, mas só observe! Você está lá, com alguém que te ama muito e te faz muito feliz, o que me fará feliz por alguns segundos, até o momento em que eu desvie o meu olhar da sua direção, até o segundo em que eu vire as costas e continue o meu caminho, levando comigo a lembrança de que um dia eu te olhei de longe e tudo que eu vi foi o seu sorriso, aquele sorriso que pra mim é o mais lindo do mundo e que naquele instante estava mais radiante do que nunca!” (Caio Augusto Leite)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >