domingo, 30 de dezembro de 2012

“Eu nunca fui obrigado a aguentar os seus dramas, seus ataques de fúria, seus dias de tristezas, ou as suas desconfianças sem sentido.. Eu nunca fui obrigado correr atrás de você depois das nossas brigas, muito menos a pedir desculpas mesmo sabendo que estava certo. Eu nunca fui obrigado a te mandar um SMS de bom dia nos seus dias de TPM, muito menos a cancelar qualquer compromisso pra te ver. Ai você me pergunta; Se eu não era obrigado a tudo isso, porque eu fazia?… Porque eu sabia que aquele seu drama, era puro mimo, e você adorava ser mimada. Eu sabia que seu ataque de fúria passava rápido, e quando mais eu falasse, mais ia demorar pra passar. Eu também sabia que o seu dia de tristeza era puro ciclo menstrual, assim como seus dias de TPM, e não tinha nada a fazer, a não ser te mimar mais um pouquinho. Eu corria atrás de você depois das nossas brigas porque eu sabia do seu orgulho, e cai entre nós, eu sou idiota suficiente para fazer isso. Eu pedia desculpas mesmo sabendo que estava certo, pra te mostrar que você que estava errada, toda vez que eu te pedia desculpas você dizia: “Quem tem que se desculpas sou eu, idiota”, e eu amava ouvir isso. E eu cancelava, e cancelaria qualquer compromisso pra te ver, porque não tem coisa melhor que o teu abraço, não tem coisa melhor que brigar contigo.” (Eu te conheço melhor do que você)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >