quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

“Eu tentei. Juro que tentei. Me entreguei de todas as formas existentes, me doei em vão, sem retorno. Fiz as mais longas juras e promessas, imaginava cenas e criava fatos. Dentro de mim transbordava você. E o problema era que, dentro de ti, faltava eu.” (Pedro Pinheiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

// >